segunda-feira, 26 de abril de 2010

Gatos podem voar?

- Mamãe, gatos voam? - perguntou o menino curioso.
- Não, meu filho, eles não podem voar. - respondeu a mãe, com um sorriso no rosto.
- Mas... então eu não entendo! Por que eles perseguem os passarinhos?
A mãe pensou um pouco antes de responder.
- Ah, isso é por que há muitos anos atrás eles podiam voar!
- Sério?
- Sim! Mas há muito tempo mesmo! Naquela época que os dinossauros ainda existiam. Com o tempo eles acabaram perdendo as suas asas.
- Por que, mãe?
- Porque eles eram muito levados. Aí veio Deus, lá do céu, e cortou as asinhas deles!
- Coitadinhos...
- Pois é, meu filho, - disse a mãe, tentando manter o tom de seriedade e se segurando para não rir, - Deus castigou eles, e depois disse que, se eles não se comportassem melhor, tiraria até suas pernas.
O garoto arregalou os olhos e fez um beiço antes de perguntar:
- E Deus faria isso?
- Sim, meu filho, ele já até fez antes!
Um ponto de interrogação formou-se no rosto da criança. A mãe explicou:
- Quando o homem vivia aqui, na época dos dinossauros, alguns meninos começaram a desobedecer as suas mães, até que Deus não agüentou mais e tirou duas pernas do homem. Mas na época o homem andava de quatro, que nem os gatos, então foi forçado a andar como andamos hoje. Depois de muito tempo, os meninos começaram a se comportar tão bem, que Deus perdoou eles e deu a eles braços, ao invés de pernas! Por isso somos como somos hoje!
- Uau! - disse o menino - Então Deus pode perdoar o meu gato e devolver as asas pra ele também?
- Claro, meu filho, mas só se ele melhorar muito mesmo!
- Legal!

Passados alguns dias, a mãe estava fazendo o almoço na cozinha, quando o filho de oito anos entrou correndo pela porta, gritando:
- Mamãe, mamãe, Deus perdoou!!!
- Do que você está falando? - perguntou a mãe assustada.
- O meu gato, Deus devolveu as asas pra ele!
- Como assim?
- Ele acabou de pular da janela do prédio atrás de um passarinho!


Reza a lenda que a mãe nunca mais mentiu para o filho...