quarta-feira, 16 de setembro de 2009

(Via e-mail)

Sim!! E se comemora no próximo domingo... Ao contrário de tantas outras datas comerciais feitas para você gastar dinheiro com algum parente ou alguém que você quer comer ou já comeu, o dia da Masturbação surgiu para unir a massa bronheira do planeta com o grito de ordem "Bato punheta meeeeeesmo!!!" e com o intuito de combater o preconceito da sociedade puritana estadunidense contra tal ato, organizando assim imensas passeatas/confraternizações anuais nas maiores cidades dos EUA que incluiam masturbações coletivas em avenidas/parques a fim de sujar tudo de branco em protesto e, o que pouca gente sabe, também surgiu para vender pomadas contra calos e produtos para o combate do crescimento de pelôs nas mãos.Desde 13 de Setembro de 1974 nos EUA e a partir de 1978 no mundo inteiro, comemora-se o Dia Internacional da Masturbação, data esta em que praticantes do sexo solitário festejam com imensas masturbações coletivas a alegria de ter prazer sempre que quiser sem precisar perder tempo pensando em cantadas furadas pra levar alguma mulher pra cama e ainda correr o risco de na hora H de atingir o ponto G ficar ouvindo todo aquele blá blá blá dela fazendo cu doce dizendo que é moça de família, que vai a igreja e tals... Essa data não foi escolhida ao acaso. O dia 13 de Setembro foi escolhido pois nesse dia, no ano de 1965, um jovem americano de 14 anos chamado Josh McNamara foi encontrado morto no sótão de sua residência com uma das mãos no meio das pernas e seu pênis completamente dilacerado na outra mão. Investigações da polícia concluiram que o rapaz morreu de hemorragia após arrancar seu pênis acidentalmente enquanto se masturbava. O atrito de sua mão direita com seu pênis feriu bastante o membro, mas o jovem não parou de se masturbar, o que acabou acarretando na amputação involuntária do membro! Segundo consta nos arquivos do departamento de polícia da cidade de Sephodel, Massachusetts, após o rapaz ganhar de seu irmão mais velho uma coleção contendo 93 revistas pornôs com estrelas da época ele desapareceu. Passado 24 horas a família informou as autoridades o seu sumiço e logo seu rosto estava em caixas de leite, de cereais matinais, de pomadas para hemorróidas e em todos os noticiários do país. A família acreditava em abdução alienígena ou que o rapaz tinha fugido para Los Angeles, onde sempre sonhou trabalhar como empacotador de drogas em uma gangue, como os prováveis motivos para o desaparecimento, mas após 18 dias o mistério foi solucionado por sua irmã mais nova Karen McNamara, hoje um premiada atriz pornô, que sentiu um forte cheiro de esperma misturado com cheiro de cadáver no andar superior do lar dos McNamara e resolveu investigar. Após alguns minutos Karen chegou ao sótão e encontrou seu irmão já em avançado estado de decomposição caído sobre uma lagoa de esperma seco. Uma cena que ela disse que jamais esquecerá e que a marcou profundamente. Segundo um dos legistas que analisaram o corpo de Josh, a pele da mão direita do rapaz se fundiu com a pele de seu pênis, mas aparentemente o garoto não parou de se masturbar e durante as tentativas de soltar sua mão acabaram aumentando os ferimentos e por último amputando acidentalmente seu pequeno membro. Provavelmente com vergonha ele teve medo de descer e pedir ajuda, mas como a hemorragia não parava, logo o levou a morte e chocou todo um país. Josh foi transformado em um mártir da luta contra o fim do preconceito aos punheiteiros. "Se ele pudesse se masturbar na sala de boa, em seu sofá na frente da Tv sem sofrer retaliações da família ele estaria vivo hoje" diziam os membros do Clube da Punheta Americano aos jornais e revistas após a incrível revelação do motivo do desaparecimento do rapaz em meio a todo o debate que se seguiu após a sua morte. Em 1974, quando lobistas representando os interesses de fabricantes de camisinhas, "brinquedinhos" sexuais e cigarros pressionavam o Congresso Americano para a criação do Dia do Sexo, o senador Erich Hartmann sugeriu que se criasse junto o Dia da Masturbação em homenagem a todos que praticam tão nobre ato solitariamente e acabou conseguindo uma emenda onde além de criar o Dia da Masturbação também nomeou 27 parentes e amigos para algumas diretorias no Congresso Americano.Hartmann não lutou pela criação do Dia da Masturbação atoa, como muitos punheteiros acreditam. Como uma boa raposa na política, ele tinha muito a ganhar caso o dia fosse aprovado pelo Congresso porque além de ser um grande industrial do ramo das pomadas anti-calos e cremes para masturbação, era também sócio-fundador do Clube da Punheta de Washington e após esse ato conseguiu se tornar o primeiro presidente afrodescendente do Clube. 4 anos mais tarde a ONU votou e aprovou a criação do Dia Internacional da Masturbação. Então meu caro Bruno, está aí a resposta a sua dúvida e fique sabendo que domingo é dia de correr nu pela rua, se masturbar na frente das pessoas, gozar no chão e ficar de longe esperando pra ver se alguém escorrega e claro, é dia de lembrar daqueles que morreram lutando pela causa, em especial o pequeno Josh, mártir do "punhetismo" mundial. Caso sinta curiosidade em saber mais sobre a história de Josh, visite o museu da Punheta de New York, onde o pênis dele grudado a sua mão encontra-se embalsamado em uma urna de vidro no salão principal ao lado de dois copos de requeijão cheios de leite simbolizando a quantidade de esperma que o jovem conseguiu jogar para fora em sua empreitada suícida no sótão.

(Da série: Os malefícios inclusão digital e outras barbaridades. Depois dessa, vou lavar a mão e ir dormir...)