quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Viciado


Eu tenho um vício. Um que eu nem sabia que tinha. Sou viciado em escrever. Posso ficar seis meses sem alimentar meu vício, mas as letras ficam pulsando em minha mente, tentando expressar meus pensamentos. O que as palavras querem de mim? Entender. Elas querem me fazer entender, a mim mesmo e aos outros. Sim, porque sou muito mal interpretado até mesmo por mim nestes dias. Olho no espelho sem entender ao certo o que ele reflete (ah, os espelhos de novo...).
Preciso organizar e expor o que penso sobre as coisas. Agora mesmo escrevi um pouco sobre minhas concepções sobre o certo e o errado, que não ouso postar aqui. Escrevi, e passou, por enquanto.
E assim vou tocando a vida, enquanto quase não toco no Blog...