sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Avatar, by James Cameron


Assisti a Avatar, novo antigo filme de James Cameron. Novo porque acabou de sair nos cinemas, antigo porque Jim o está construindo há cerca de dez anos. De Cameron pouco se pode dizer, já que seus trabalhos falam por si (o último deles Titanic, que arrebatou treze estatuetas). De Avatar, no entanto, posso muito falar, mas muito certamente vai ficar faltando.
Bem, para mim não foi apenas um filme, mas um acontecimento. Para começo de história, nunca antes eu havia assistido um filme em 3-D, então para mim a diversão já começou nos trailhers. Mas isso não foi o mais importante. O mais importante é que Pandora - mundo construído por Cameron para o filme - existe! E há momentos em que parece que poderíamos tocar sua fauna e sua flora apenas estendendo as mãos. Que maravilhoso esse tal de efeito 3-D!!!
A história é toda sustentada pela fauna e flora criadas pelo diretor, e a relação destas com a ação exploratória do homem, sempre querendo destruí-la por pura ganância. Sim, o filme é uma crítica dura à natureza corrupta do homem, que, na sede por mais dinheiro, é capaz de destruir o que há de mais puro e belo no mundo.
Bem, como citei antes, é realmente difícil comentar sobre este filme. Com certeza eu verei novamente, e em 3-D espero...
Sei que não escrevi muito, mas vou precisar de tempo para digerir Pandora e suas tribos Na’Vi, que bem poderiam ser confundidas com uma tribo indígena humana, resguardadas as proporções mitológicas.
Enfim, assistam, porque vale a pena!!!!!!