quinta-feira, 30 de junho de 2011

O Início

O primeiro passo para tornar-me um grande escritor é tornar-me um escritor. Para tornar-me escritor é preciso escrever algo - e aí que está o meu problema. Tenho, agora, uma ótima oportunidade para iniciar esta escalada: há um concurso cultural de contos ocorrendo na empresa na qual trabalho. Então eu pensei: por que não escrever um conto e participar deste concurso? Decidi participar, e foi aí que os problemas começaram - preciso escrever um conto.
Para escrever um conto, é preciso primeiro ter uma ideia, e ando meio fraco de ideias ultimamente. Então eis que uma luz surge ao fim do túnel: surge-me uma ideia. Começo a escrever o conto.
Escrevo mais ou menos umas quinze linhas e paro. Somente após um ou dois dias depois é que repego o texto (repegar é pegar novamente) para prosseguir com a estória. Não prossigo. Antes disso, mudo muitas coisas do que já tinha escroto escrito e mantenho-me dentro das (cerca de) quinze linhas originais. Deixo de lado mais um pouco. (Um ou dois dias talvez? Não sei...) Quando re-repego o texto, resolvo reescrever todo ele novamente, por um novo ponto de vista, ignorando a ideia inicial.
É, realmente não vai ser fácil... nem uma coisa, nem outra.